back

Prevenção e vacinas



Devem ser tomadas determinadas precauções básicas antes da sua partida para evitar doenças infecciosas ou parasitárias no seu destino.
Descubra os nossos conselhos para viajar sem quaisquer preocupações!


Vacinas

Consulte no nosso guia Vacinas todas as informações sobre as principais doenças, as zonas de risco e as vacinas adequadas:
  • DTP (difteria, tétano e tosse convulsa)
  • Febre-amarela
  • Hepatite A
  • Febre tifóide
  • Encefalite da carraça
  • Meningite cerebrospinal
  • Hepatite B
  • Raiva
  • Sarampo
Determinadas vacinas necessitam de várias inoculações. Trate deste aspecto com antecedência e não deixe de as tomar por falta de tempo.
  • Poderá eventualmente efectuar as inoculações adicionais durante a viagem (consoante o nível sanitário do país visitado) ou aquando do seu regresso.
  • Se foi vacinado durante a infância, um simples reforço pode ser necessário.
Em todos os casos, consulte o seu serviço médico ou médico de família.

Prevenir as doenças infecciosas e parasitárias

As doenças infecciosas e parasitárias são frequentes nos países quentes. Podem ser contraídas através da ingestão de vegetais crus ou água contaminada. A título preventivo:
  • opte por bebidas engarrafadas, de preferência de marcas conhecidas,
  • se utiliza água da torneira, ferva-a ou esterilize-a com comprimidos vendidos em farmácias,
  • cozinhe bem os alimentos e coma apenas vegetais crus bem lavados e descascados,
  • lave as mãos com frequência e deixe a água correr antes de a utilizar.
Determinadas doenças infecciosas são sexualmente transmissíveis. Adopte sistematicamente medidas de prevenção (preservativos).

Proteger-se contra o paludismo

O paludismo (ou malária) é uma doença transmitida através da picada de um mosquito infectado. O parasita ataca os glóbulos vermelhos, destruindo-os e provocando febres altas. Não existe qualquer vacina disponível contra esta doença.
  • Proteja-se das picadas de mosquitos, especialmente à noite: roupas largas e mangas compridas, redes contra os mosquitos com insecticida, repelentes nas áreas do corpo não protegidas, insecticidas na roupa, quarto com ar condicionado.
  • Tome o medicamento adequado ao seu destino e saúde. Este medicamento deverá ser tomado uns dias antes da sua partida, durante a estadia e entre 1 a 4 semanas após o seu regresso, consoante o medicamento prescrito pelo seu médico.
    Tendo em conta que a evolução da doença pode resultar em alterações nos tratamentos, recomendamos que consulte o sítio da Organização Mundial de Saúde.
    Se notar qualquer sintoma de febre após regressar de uma zona de risco, consulte o seu médico de família.

Como viajar se for diabético

Que quantidade de insulina pode transportar na cabina? Que certificados médicos deve apresentar? Como deve passar no posto de segurança com a sua bomba de insulina? Para preparar a sua viagem com toda a tranquilidade, tome conhecimento do guia realizado pela Associação Francesa dos Diabéticos.
Redes sociais
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
  • YouTube
  • Instagram
  • Pinterest